Veja 4 maneiras de praticar a moda circular

O conceito de moda circular foi introduzido em 2014 e é baseado nos princípios fundamentais da economia circular e do desenvolvimento sustentável: preservar e aumentar o capital, otimizar a produção de recursos e fomentar a eficácia dos processos. 

A partir destes princípios, ela coloca em pauta o ciclo de vida de um produto desde o seu design, os produtos usados durante o processo de criação, até o final de sua vida útil.

De forma resumida, a moda circular apoia um movimento consciente dentro do universo da moda.

Se você está pensando em começar a adotar este conceito na sua vida, mas não sabe como, continue lendo a seguir.

1. Venda suas roupas para brechós

Uma das formas mais simples e eficazes de praticar a moda circular, é adicionar na sua vida o costume de colocar em um brechó peças de roupas que você não usa mais.

Além de lucrar, você incentiva a economia deste tipo de negócio e a rede cresce. Com isso, suas roupas não ficarão paradas no armário e irão circular entre pessoas que precisam. 

2.  Compre roupas de segunda mão

Outra prática dentro deste conceito, é passar a deixar de comprar roupas novas e passar a comprar roupas de segunda mão.

Muitas pessoas não têm consciência disso, mas o mercado de revenda cresce muito mais rápido do que o da venda tradicional e promete ficar bem acima das fast fashions daqui a alguns anos. Além disso, comprar roupas nestas lojas também vai contra a moda circular, uma vez que elas promovem as vendas excessivas.

Portanto, reutilizar peças de roupas — e também acessórios — é o jeito perfeito para adentrar neste sistema e apoiar a causa.

3. Ao pensar comprar de uma marca, certifique-se de que ela promove ações sustentáveis e apoia a causa

Muitas pessoas podem acabar tendo a ideia errônea de que a moda circular repudia a compra de roupas novas, mas não é sobre isso. A mensagem que este conceito deseja passar, é que você faça compras conscientes.

Atualmente, já existem lojas que se preocupam em aproveitar sobras de coleções passadas para se renovar e apoiar a causa, e têm, inclusive, parcerias com empresas terceiras que compensam o impacto ambiental que a sua produção causa. 

Então, se você deseja entrar de cabeça neste conceito, por mais trabalhoso que seja, você deve pesquisar e estudar marcas que dão prioridade para essas iniciativas e se preocupam com o planeta.

4. Promova o upcycling

Antes de ensinar a promover algo, primeiro explicaremos o que este termo significa. 

Bom, “upcycling” é um termo utilizado para uma técnica de reaproveitamento de materiais já existentes, que transformam peças que seriam descartadas em aterros sanitários. Resumidamente, significa usar as sobras para criar algo novo. 

E você consegue promovê-lo ao pegar uma peça que não possui mais utilidade e costurá-la, consertá-la ou customizá-la antes de pensar em substituí-la por um produto novo. É sobre dar uma nova chance para uma roupa, calçado ou acessório que parecia não ter mais jeito. 

Caso você não tenha criatividade para isso, existem muitos canais no YouTube e blogs que ensinam customização de forma simplificada. Agora, caso realmente não tenha talentos manuais para isso, é possível contratar os serviços de alguém; muitas pessoas trabalham justamente com a restauração de peças.

E caso não queira restaurar uma peça para voltar a utilizá-la, você pode vendê-la e passá-la para frente. É isso que significa o “circular” do conceito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.